Quando o Passado Bate à Porta


Todos nós perdemos pessoas na nossa vida do nada. Pessoas que tínhamos como garantidas que de repente são passado. Um de repente que se torna injusto, que doí e doí mais ainda quando a despedida é silenciosa.  Como é que alguém que cresceu ao nosso lado tem coragem de sair sem dizer adeus?

É extremamente difícil para mim confiar em alguém e quando isso acontece eu dispo a minha alma. Depois da rutura é um pedaço de mim que vai com aquela pessoa. Uma pessoa que já não me pertence mas que leva com ela muito de mim. Com que direito?

O tempo corre e nós superamos. Eu, pessoalmente, demoro porque há golpes demasiados cruéis. Há dores que parece que não passam e pior que isso, depois do abandono como se confia em alguém?

Há sempre a fase da culpabilização, achamos que nós é que estamos errados, porque quando não há motivo o labirinto na nossa mente leva-nos sempre a nós mesmos. Idiotas, se fossemos nós porquê a cobardia de saírem sem nos apontarem o dedo?

Mas o pior é o que me está a acontecer agora. O passado está, literalmente, em cada canto. Ele voltou aos cafés que frequento, voltou as minhas redes sociais, voltou a caixa de mensagens, voltou.  Voltou como partiu, em silêncio, sem perguntas nem respostas. É como se fosse sempre presente. Será que estive num mundo paralelo?

Escrevo este texto, quase sem me reconhecer. A miúda racional, que é julgada como fria, não está a conseguir fechar a porta. Não quero que o passado volte mas, ao mesmo tempo, não quero magoar quem quer que seja, porque eu ainda sofro com tudo o que se passou e não desejo isso a ninguém.
A questão fulcral é: como mando o passado, subtilmente, à merda?




Comentários

  1. Obrigado, querida :)

    Acho que todos já passámos um pouco pelo mesmo. Embora tenhamos ultrapassado coisas do nosso passado, seremos sempre afrontados com ele... Quanto mais não seja para que nos possamos focar, total e completamente, no presente. O ensinamento que se tira acaba por valer por tudo e é nisso que tens de pensar :)

    NEW OUTFIT POST | The Italian Vibes!!!
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  2. E realmente difícil mandar o passado dar uma volta ao "bilhar grande" :/

    ResponderEliminar
  3. Pela minha experiência pessoal o melhor é nem sequer olhares para o passado. Ignorá-lo, mesmo. Tive um namorado, em tempos, que quando nos separámos desapareceu. Quando finalmente eu o tinha ultrapassado decidiu voltar. E eu ignorei mensagens, olhares, tentativas de conversa. Ele acabou por fartar-se e desapareceu, de vez.

    ResponderEliminar
  4. Só há uma forma de fazer isso, canalizar os nossos pensamentos para coisas mais importantes ou pelo menos mais divertidas. As coisas só valem pela importância que lhe damos e o comportamento da pessoa que referes neste texto, ao voltar a frequentar todos os locais que pertenciam a ambos (tornando-se impossível evitá-lo), é uma clara demonstração do pouco sentimento que depositou na vossa relação. Se existiu algo forte no passado, para ele, hoje, isso tornou-se normal, banal, uma coisa sem caso. Ele preferiu seguir em frente e decidiu não se esconder e acho que também devias fazer o mesmo. Mas fiquei satisfeito por saber que partilhamos a mesma visão das coisas no que este assunto diz respeito. Neste momento estou precisamente a debater uma questão bastante parecida com os meus botões e até já escrevi recentemente um texto sobre esta temática.

    https://trollitadas.blogspot.pt/2017/08/os-certos-dias-da-minha-vida.html

    ResponderEliminar
  5. Já passei por isso e demorou algum tempo a conseguir fechar a porta, mas um dia vais conseguir e mais cedo do que tu pensas. É complicado, mas vais conseguir.
    Quando deres por ti a presença dessa pessoa será normal, claro que vai ser sempre uma pessoa que conheces muito bem, mas acabas por te habituar e não pensar nela quando estiverem no mesmo lugar ou até com as mesmas pessoas.
    Espero que ultrapasses isto em breve, força. Um beijinho.

    ResponderEliminar
  6. É de facto complicado quando estas coisas acontecem, faz parte mas custa. Com o tempo vais conseguir fechar essa porta se assim tiver de ser. Força linda!

    ResponderEliminar
  7. Na minha humilde opinião, tens de arrancar desse passado as chaves para as tuas portas. Pois o seu livre-trânsito pode voltar a ser pernicioso.

    ResponderEliminar
  8. É muito triste e ruim quando alguém em que confiamos e temos laços simplesmente vai embora, nos abandona :(
    E é muito ruim também quando o passado volta e percebemos que ainda não superamos...

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  9. É um processo demorado, porque aquela pessoa continua a dizer-nos algo. Força!

    ResponderEliminar
  10. Eu sou daquelas pessoas que consegue esquecer facilmente e que nunca fica magoada, pelo menos com esse tipo de coisas. Espero que consigas superar esta situação em breve :)

    http://purflefox.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. Apenas mande à merda, simplesmente isso. Se chama "passado" e por lá deve permanecer!

    Com amor,
    <3 bruna-morgan.blogspot.com <3

    ResponderEliminar
  12. As vezes o melhor é só seguir em frente, sem olhar para trás...

    ResponderEliminar
  13. Manda diretamente. E segue, sem medos! ;)

    A Marta

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares