Acho que ‘para sempre’ não significa eternamente.




Chego no silêncio da noite e tu já dormes.
Olhando para ti, penso o quanto queria que ficasses aqui para sempre.
Com um sorriso, imagino que estejas a sonhar connosco, - mesmo que não estejas não me o digas - estamos por aí, em algures, talvez num terraço em Barcelona, a ler o futuro nas estrelas. Dizes-me que vês uma constelação de filhos, um barco à vela, uma noite em Veneza, um tesouro no quintal, e com um beijo calo todas as tuas invenções pois, a única coisa que vejo é que mesmo que tudo isto não seja para sempre, seremos eternamente um do outro.
É com esse conforto que te vejo dormir...o quanto eu queria que ficasses aqui para sempre.