Amar é pensar

"Passei toda a noite, sem dormir, vendo, sem espaço, a figura dela, 
E vendo-a sempre de maneiras diferentes do que a encontro a ela. 
Faço pensamentos com a recordação do que ela é quando me fala, 
E em cada pensamento ela varia de acordo com a sua semelhança. 
Amar é pensar. 
E eu quase que me esqueço de sentir só de pensar nela. 
Não sei bem o que quero, mesmo dela, e eu não penso senão nela. 
Tenho uma grande distração animada. 
Quando desejo encontrá-la 
Quase que prefiro não a encontrar, 
Para não ter que a deixar depois. 
Não sei bem o que quero, nem quero saber o que quero. 
Quero só Pensar nela. 
Não peço nada a ninguém, nem a ela, senão pensar."

Alberto Caeiro

Comentários

  1. Fantásticos versos daquele que é o heteronimo que mais gosto na obra de Fernando Pessoa! Uma bela escolha :)

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  2. Também gosto muito **
    E como tens andado princess? já há muito que não tenho novidades tuas xs

    ResponderEliminar
  3. Adoro!

    Desculpa querida, mas preferia não revelar.

    ResponderEliminar
  4. Prefiro Reis, mas Caeiro também é muito bom!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares