"A gente aceita o amor que acha que merece"




Meu amor, correrei o mundo por ti. Não seria ninguém se não te tivesse aqui, se não sentisse o teu cheiro, se não acompanhasse cada batida do teu coração. 
Meu amor, sabes que te defenderei até ao fim. Direi sim a todas as tuas vontades, porque afinal eu amo-te e não te posso perder por nada deste mundo. 
Meu amor, entreguei-te a minha alma e deixei de ter vida para viver a tua. Podes ter a certeza que abdique-rei de cada sorriso meu se isso implicar ver-te sorrir. 
Meu amor, assumirei a culpa a cada falhanço nosso. Afinal tu és aquilo que sempre sonhei para mim, independentemente do sofrimento que isso me possa causar.

....há quem diga que é amor, eu prefiro chamar-lhe outra coisa, mas "não sou ninguém para julgar o amor dos outros, longe de mim."


16 comentários:

  1. cada um ama à sua maneira, à modos estranhos de amar, há modos estranhos de se gostar de alguém ou até mesmo as pequenas obsessões...
    O amor é assim estranho

    ResponderEliminar
  2. Adoro, que lindooo!
    concordo com o comentário do "De Sonhos se faz a Vida" (:

    ResponderEliminar
  3. R: Penso que é mesmo muito parecido com esses! Há quem chame travesseiros mas os "originais" são "Folhadinhos de Fão" :)

    ResponderEliminar
  4. r: obrigada :) penso que tens razão , mas há coisas que não queremos deixar ir ..

    ResponderEliminar
  5. Boa Tarde

    Já sentia tantas saudades de aqui passar e poder ler esta mistura de sentimentos. Como sempre a surpreender-me.

    Um Beijinho :)

    ResponderEliminar
  6. Concordo!!
    Adorei esse texto da clarissa Correa adoro-a

    ResponderEliminar
  7. Gosto tanto desta citação, lúcida e emocionante.

    ResponderEliminar
  8. não se trata de amor, trata-se de algo especial que não pode tornar-se amor. mas sim, mais vale partir.

    ResponderEliminar