Déjà vu III - Desistir



Há momentos na nossa vida em que nos apetece virar 100 páginas e mudar tudo de fio a pavio, momentos em que nos fartamos azul do céu e da escuridão da noite.
Umas vezes falta a força, a coragem e a determinação. Outras vezes são-nos impostas barreiras que não conseguimos derrubar, obstáculos difíceis de combater e marés impossíveis de remar. É aqui que tudo deixa de fazer sentido, somos completamente conduzidos por uma máquina que se chama corpo, paramos de viver e começamos a existir. As forças para erguer a cabeça, levantar, sorrir e seguir em frente começam a escassear e o pior caminho tornar-se a opção mais fácil de tomar.



Comentários

  1. Isto faz-me lembrar algo.
    É bem verdade isto, meu amor.

    ResponderEliminar
  2. Pois, mas esse amor, por vezes, magoa-nos tanto :s

    ResponderEliminar
  3. obrigada querida! é optimo saber isso!

    ResponderEliminar
  4. existi durante tanto tempo sem viver, que ao refletir percebi que tinha que alterar algumas coisas em mim. é uma luta muito dificil, nao escolhi o caminho mais facil mas a força de vontade move montanhas =) adorei o texto, senti.me tanta vez assim =) beijinho*

    ResponderEliminar
  5. mas apesar de tudo sei bem como é dificil estar nessa situação, nao me quero gabar de forma alguma nem parecer arrogante com o comentário que deixei para ti. até porque ainda estou a iniciar o meu caminho, apenas quis que servisse de exemplo para ti * um beijo

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares